Fusão Zon Optimus aprovada pela Concorrência

A luz verde da Autoridade da Concorrência é apenas o princípio de um longo processo de fusão. Durante os próximos seis meses, as duas operadoras vão procurar sinergias, acelerando não só a redução de custos mas a criação de produtos integrado.

"A partir do momento em que tenhamos autorização para avançar, seremos muito rápidos", garantia Rodrigo Costa, CEO da Zon, no final de julho.

Um primeiro passo será, inevitavelmente, a nomeação de corpos sociais para a nova Zon-Optimus, com a expectativa por parte do mercado de que tanto Rodrigo Costa como Miguel Almeida fiquem na nova empresa, pelo menos para já.

Ler mais

Exclusivos