Fundos de acções portuguesas afundaram 29%

Os sete fundos de investimento dedicados em exclusivo às ações cotadas na bolsa de Lisboa tiveram uma desvalorização média de 28,67 % em 2011, o pior desempenho entre as 33 classes de fundos das gestoras portuguesas.

O Barclays Premier Acções Portugal liderou as quedas, ao perder 33,48 % entre janeiro e dezembro, ao passo que o BPI Portugal, ao recuar 26,81 % no mesmo período foi o melhor desta classe. No ano passado, o PSI20 desvalorizou 27,6 %, ou seja, os gestores de fundos de ações portuguesas tiveram (em média) um desempenho ligeiramente pior do que o principal índice da bolsa portuguesa.

Ler mais

Exclusivos