"Estão todos de acordo com privatização da TAP no Governo"

"O que estamos a fazer é olhar com muita atenção para todas as propostas e demonstrações de interesse que têm aparecido", garante Sérgio Monteiro.

O secretário de Estado dos Transportes, Sérgio Monteiro, garantiu hoje que a demora em relação a privatização da TAP não tem nada a ver com a falta de acordo dentro do Governo, aliás, diz mesmo que estão todos de acordo com o processo.

"Está toda a gente de acordo na privatização da TAP dentro do Governo porque concordamos que será benéfico para a empresa", disse o secretário de Estado à margem de um encontro promovido pela UK Trade & Investment, assegurando que mesmo privatizada a TAP não deixa de ser portuguesa.

"Continuará a ser a nossa companhia aérea, continuará a pagar impostos cá e a criar empregos e se for privatizada ganhará um musculo que não tem hoje por ser uma empresa do Estado", acrescenta.

Segundo Sérgio Monteiro, o relançamento da operação está demorado porque o Governo quer ter a certeza que é o momento certo em termos de mercado e de demonstrações de interesse.

"O que estamos a fazer é olhar com muita atenção para todas as propostas e demonstrações de interesse que têm aparecido", disse, adiantando que "todos os dias aparecem abordagens interessantes", mas que é necessário analisá-las bem para perceber quais as reais intenções desses investidores.

Exclusivos