Aumento da luz em 2014 é maior para clientes bi-horários

Os consumidores com contadores bi-horários são os mais penalizados com o aumento da eletricidade deste ano que é, em média, de 2,8% para todos os clientes em Portugal Continental.

De acordo a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), "a grande maioria dos consumidores portugueses com esta opção tarifária, quase 398 mil, e com uma potência contratada entre os 3,45 kVA e os 6,9 kVA tem em 2014 um aumento médio de 3,6%".

E para quem tem potências contratadas entre 10,35 kVA e os 20,7 kVA, ou seja, quintas, casas com garagens ou pequenos e médias empresas, como pastelarias ou restaurantes, o aumento pode mesmo chegar aos 4,3%.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Gobern

País com poetas

Há muito para elogiar nos que, sem perspectivas de lucro imediato, de retorno garantido, de negócio fácil, sabem aproveitar - e reciclar - o património acumulado noutras eras. Ora, numa fase em que a Poesia se reergue, muitas vezes por vias "alternativas", de esquecimentos e atropelos, merece inteiro destaque a iniciativa da editora Valentim de Carvalho, que decidiu regressar, em edições "revistas e aumentadas", ao seu magnífico espólio de gravações de poetas. Originalmente, na colecção publicada entre 1959 e 1975, o desafio era grande - cabia aos autores a responsabilidade de dizerem as suas próprias criações, acabando por personalizá-las ainda mais, injectando sangue próprio às palavras que já antes tinham posto ao nosso dispor.