Igreja Ortodoxa favorável à saída do país da zona euro

O chefe da Igreja Ortodoxa do Chipre, o arcebispo Chrysostomos II, declarou-se a favor da saída do seu país da zona euro, numa entrevista publicada hoje na Grécia.

"Com tal comportamento, o euro não pode se manter. Não estou a dizer que vai colapsar amanhã, mas com os cérebros que estão em Bruxelas, é certo que a longo termo não se manterá. O melhor é refletir sobre os meios para sair", afirmou o arcebispo ao jornal Realnews.

O religioso disse que não é fácil, mas também é preciso lembrar como se processou a entrada do Chipre na zona euro e quanto tempo foi gasto para tal.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG