Há cada vez menos banqueiros milionários

Os banqueiros portugueses estão mais pobres. Ou menos ricos, se preferir. Entre 2010 e 2012, os quatro principais bancos portugueses - CGD, BES, BPI e BCP - pagaram menos 10 milhões de euros de remunerações aos seus administradores executivos.

Grande parte deste diferencial prende-se, no caso do BES e do BPI, com a suspensão das componentes variáveis. No caso do BCP, pelo menos desde 2009 que não tem havido lugar ao pagamento dessa fatia, habitualmente indexada aos bons resultados anuais, e a Caixa Geral de Depósitos está sujeita às regras e aos cortes salariais impostos pelo Estado à função pública.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG