Governo recusa aliviar austeridade mesmo tendo margem

A execução orçamental deste ano pode oferecer uma margem significativa porque a receita fiscal terá corrido melhor que o esperado, noticiou ontem a TSF.

O défice de 5,9%, já com as ajudas ao Banif, poderá ser menor "em duas a três décimas", isto é, pode haver um encaixe adicional de 300 a 500 milhões de euros este ano. Mas o Governo, através das Finanças, diz não ter qualquer margem para aliviar o fardo sobre a população.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG