Fundo de despedimentos é boa ideia mas deve ser adiado

A criação do fundo de compensação para despedimentos é uma boa ideia a longo prazo se tiver portabilidade mas a sua criação deve ser adiada porque a altura é má para aumentar custos laborais, defende a OCDE.

Em entrevista à Agência Lusa a partir de Paris, a equipa que elaborou o Relatório sobre a Economia Portuguesa 2012, da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), explica que este fundo só pode funcionar a longo prazo se tiver recursos consideráveis e se tiver alguma portabilidade.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG