Frente Comum diz não perceber posição do líder da UGT

A coordenadora da Frente Comum, Ana Avoila, disse hoje não perceber por que é que o líder da UGT, Carlos Silva, afirmou ter ficado surpreendido com o anúncio de uma greve na função pública.

"Surpreendo-me que Carlos Silva [líder da UGT] tenha essa reação. A autonomia dos sindicatos é a primeira coisa a respeitar e as organizações que representam sindicatos também. Os projetos sindicais são diferentes e ninguém tem nada a ver com isso, nem eu tenho com a UGT nem Carlos Silva tem a ver com os projetos da CGTP", disse Ana Avoila aos jornalistas no final de um encontro de cerca de cinco minutos, com o secretário de Estado da Administração Pública, Hélder Rosalino.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG