Francisco Louçã critica Nobel da Economia Eugene Fama

Francisco Louçã criticou a atribuição do Nobel da Economia a Eugene Fama, um dos três premiados na edição deste ano, juntamente com Lars Peter Hansen e Robert Shiller.

"Fama é o criador da 'teoria dos mercados eficientes' que supõe as condições em que os mercados processam de forma óptima a informação disponível e portanto determinam os preços mais eficientes", escreveu o professor catedrático do ISEG na sua página de Facebook.

Exclusivos

Premium

EUA

Elizabeth Warren tem um plano

Donald Trump continua com níveis baixos de aprovação nacional, mas capacidade muito elevada de manter a fidelidade republicana. A oportunidade para travar a reeleição do mais bizarro presidente que a história recente da América revelou existe: entre 55% e 60% dos eleitores garantem que Trump não merece segundo mandato. A chave está em saber se os democratas vão ser capazes de mobilizar para as urnas essa maioria anti-Trump que, para já, é só virtual. Em tempos normais, o centrismo experiente de Joe Biden seria a escolha mais avisada. Mas os EUA não vivem tempos normais. Kennedy apontou para a Lua e alimentava o "sonho americano". Obama oferecia a garantia de que ainda era possível acreditar nisso (yes we can). Elizabeth Warren pode não ter ambições tão inspiradoras - mas tem um plano. E esse plano da senadora corajosa e frontal do Massachusetts pode mesmo ser a maior ameaça a Donald Trump.