Estado social impediu que os portugueses poupassem

O Estado social impediu que os portugueses poupassem na última década, o que agravou o problema da dívida externa, refere um estudo hoje apresentado, em Lisboa, na conferência da Associação Portuguesa de Seguradores (APS).

Esta é, assim, uma das conclusões do estudo sobre poupança em Portugal e que indica que a política orçamental, nas últimas duas décadas, levou a níveis de poupança diminutos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG