Dois candidatos tinham mérito, mas regras exigem três

Em 11 candidatos ao cargo de diretor-geral da Autoridade Tributária e Aduaneira, apenas dois reuniam os requisitos e o mérito necessários para substituir José Azevedo Pereira. O concurso está novamente aberto e os eventuais novos interessados podem candidatar-se até 16 de maio.

A Comissão de Recrutamento e Seleção para a Administração Pública (Cresap) decidiu no dia 5 de maio repetir o concurso para diretor-geral da AT por não ter encontrado nas 11 candidaturas iniciais, três com mérito suficiente.

Ao que foi possível apurar, dois dos 11 candidatos, nomeadamente a atual diretor de Finanças de Lisboa, Helena Borges, e José Maria Pires, subdiretor geral da Justiça Tributária, reuniam os requisitos exigidos, mas as regras estipulam que a Cresap submeta uma lista de três nomes ao membro do Governo responsável pela escolha do novo dirigente.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG