Défice de 2011 ficará abaixo dos 4,5%

Pedro Passos Coelho afirmou ao Correio da Manhã que os seis mil milhões de euros do fundo de pensões da Banca permitem a Portugal apresentar um saldo orçamental inferior aos 5,9% previstos para este ano.

Com a verba dos Fundos de Pensões, o primeiro-ministro irá apresentar a Bruxelas um défice de 4,5%, valor esperado apenas para o ano que vem.

"Portugal atingiu as metas do défice deste ano, mas através de medidas extraordinárias e precisa de adoptar políticas de austeridade para assegurar a redução duradoura da dívida", cita o CM.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG