Crise provoca empregos mal pagos e de curta duração

Nem só os que perderam os seus empregos foram afectados pela crise do mercado laboral, afirma a Organização Internacional do Trabalho, alertando para a menor "qualidade" dos empregos que se mantiveram e criaram.

No seu relatório sobre 'Tendências de emprego', a Organização assume que "a crise teve um impacto negativo na qualidade do emprego em vários países com maior incidência do emprego involuntário e emprego em part-time, pobreza no trabalho, trabalho informal, polarização do trabalho e dos salários, tal como salários desiguais".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG