Contribuintes podem ter de fazer 100 km até às Finanças

O encerramento de metade das repartições de Finanças vai levar contribuintes a terem de percorrer cerca de 100 quilómetros para tratar dos seus assuntos fiscais.

O alerta é do Sindicato dos Impostos. Que cruzou os dados do pessoal existente em serviço com as necessidades - publicadas a 6 de setembro em despacho do diretor geral da Autoridade Tributária - e chegou à conclusão que irão desaparecer 154 serviços de Finanças, a maioria dos quais situados no interior do país.

Paulo Ralha, presidente do sindicato, sublinha, no entanto, que esta é uma estimativa e que a listagem oficial não é, ainda, conhecida.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG