China ameaça não comprar aviões à Airbus

As companhias aéreas chinesas estão em pé de guerra com a União Europeia pela cobrança de uma taxa pelas emissões de dióxido de carbono aos aviões não-comunitários que operam em aeroportos europeus.

As empresas tem o apoio das autoridades de Pequim, que ameaçam não comprar mais aviões à Airbus. O fabricante aeronáutico europeu conta actualmente com 979 pedidos de companhias chinesas num valor de 86 mil milhões de euros.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG