Bruxelas: Governo tem de cobrar mais impostos nas rendas de casa

O período de transição, já de si longo, foi estendido por mais um ano". E não há informação fiável sobre os efeitos da reforma de 2012.

O Governo tem de olhar mais a sério e a fundo para o mercado do arrendamento urbano - onde a economia paralela é enorme e "preocupante" - de modo a conseguir cobrar mais impostos no âmbito dos planos de combate à fraude e evasão fiscais, reclama a Comissão Europeia, no seu primeiro relatório da vigilância pós-programa de ajustamento.

"Dado que as projeções de receita têm uma alta dependência dos ganhos da luta contra a fraude e evasão, é uma prioridade de topo existir uma forte implementação de ações anti-fraude".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG