Bruxelas esclarece Barroso: Não é o fim da austeridade

O porta-voz do presidente da comissão Europeia quis hoje contextualizar o discurso feito ontem por Durão Barroso que assegurou que as atuais políticas de austeridade "chegaram a seu limite".

Segundo afirmou hoje Olivier Bailly, é um erro interpretar esta frase como "uma alteração" nas políticas da Comissão, que defendeu sempre que os processos de consolidação orçamental e redução da dívida são uma condição necessária para a recuperação económica.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG