BCE mantém taxa de juro diretora nos 0,25%

O Banco Central Europeu (BCE) manteve hoje inalterada a taxa de juro diretora no mínimo histórico de 0,25%, pelo sexto mês consecutivo.

A principal taxa de refinanciamento está, desde novembro do ano passado, em 0,25%, valor que foi mantido na reunião de hoje no mesmo nível, depois de a inflação ter subido em março para 0,7% e dos dados que indicam alguma retoma económica na zona euro.

No 'Economic Outlook', divulgado na terça-feira, a OCDE estimou que a inflação na zona euro deve atingir os 1,3% em meados de 2015, "muito abaixo" do objetivo de médio prazo fixado pelo BCE para garantir a sustentabilidade de preços (inflação abaixo mas próxima dos 2%) e que, por isso, defende a organização que o BCE deveria "cortar a taxa de juro principal para zero e mantê-la neste nível por um longo período de tempo".

No entanto, essa ainda não foi, para já, a decisão do Conselho de Governadores do BCE.

Além dos 0,25% aplicados às principais operações de refinanciamento, está fixada em 0,75% a taxa da facilidade permanente de cedência de liquidez, através da qual o banco central empresta dinheiro aos bancos a um dia, e em 0% a facilidade permanente de depósito, que permite aos bancos fazer depósitos de muito curto prazo na instituição liderada por Mario Draghi.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG