"As decisões não eram votadas nas reuniões mas apresentadas por Ricardo Salgado"

Mosqueira do Amaral refere centralização em Salgado e admite ter "assumido responsabilidade de coisas que não sabia".

"O nosso dever, como membros novos, era o de mudar esta situação, de haver apenas uma pessoa praticamente a decidir tudo. Queríamos saber o que se passava, mais transparência. Era necessário um conjunto de mudanças para as necessidades de hoje", começou por dizer Pedro Mosqueira do Amaral.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG