As 7 recomendações do FMI para Portugal

Portugal concluiu com sucesso a oitava e a nona avaliação ao programa de ajustamento, mas um dos membros da troika, o Fundo Monetário Internacional (FMI), avisa, no seu relatório divulgado esta quarta-feira que ainda existem vários riscos que devem ser tidos em conta.

1. Redução de salários

Para aumentar a competitividade externa de forma mais rápida, porque o aumento de produtividade é um processo moroso, a redução de custos de produção é essencial.

Outro ponto essencial, é a redução de salários, defende o Fundo que sublinha que uma maior "flexibilização de ordenados" também iria aumentar a criação de postos de trabalho, particularmente nos empregos com rendimentos mais baixos.

O Fundo também aconselha a "identificação de políticas adicionais para travar a rigidez do mercado laboral".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG