Ajuda externa depois de 2013 ainda está por definir

Portugal deverá ter apoio dos seus parceiros internacionais se precisar de financiamento adicional da 'troika' depois de 2013, mas a modalidade e o calendário dessa ajuda ainda estão por definir, segundo fontes próximas do processo.

No memorando de entendimento assinado entre Portugal e a 'troika' prevê-se que Portugal regresse aos mercados de dívida de longo prazo em setembro de 2013.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG