82% dos inquilinos alegou carência económica

Oito em cada 10 inquilinos com contratos de rendas antigas alegou insuficiência económica para travar a subida da sua renda.

E cerca de um terço reportou um rendimento mensal inferior a 500 euros, pelo que o novo valor pedido pelo senhorio não pôde ir além de 50 euros. Estes dados foram divulgados esta segunda-feira pela Associação Lisbonense de Proprietários e referem-se às 3811 atualizações de contratos mediadas diretamente pela ALP.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG