1% dos depositantes tem mais de 41% dos depósitos

Em Portugal a distribuição da riqueza, usando como a medida dos depósitos bancários, é desigual. De acordo com dados do Fundo de Garantia de Depósitos, 1,2% dos clientes da banca detém 41,5% do total de poupanças em forma de depósitos.

Os números, relativos à situação de 2011, mostram que cerca de 197,3 mil titulares (1,2% do total) detinham mais de 65,6 mil milhões de euros (41,5% do total), a maioria do dinheiro aforrado em território português.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG