1.º de maio: Um ano a perder direitos

Escudado do memorando assinado com a troika, o Governo avançou para uma reforma da legislação laboral que rege o sector privado e mudou também as regras que definem o regime laboral na função pública.

O ajustamento financeiro justificou também que mantivesse algumas medidas de austeridade ou lançasse mão de novas. Ao longo do último ano, a vida dos trabalhadores mudou, tendo-se cortado ou reduzido benefícios anteriormente adquiridos. E há novas mudanças na calha.

Exclusivos