Défice das administrações públicas atinge 5.226 milhões até julho

O défice das administrações públicas ascendeu aos 5.226 milhões de euros até julho deste ano, informou hoje a Direção-Geral do Orçamento (DGO).

"O défice provisório das administrações públicas, relevante para efeitos de aferição do cumprimento do Programa de Ajustamento Económico e Financeiro (PAEF), até julho, ascendeu a Euro 5.226 milhões", segundo a síntese da execução orçamental de julho, hoje divulgada pela DGO.

O limite do saldo orçamental fixado pela 'troika' (Fundo Monetário Internacional, Comissão Europeia e Banco central Europeu) para o trimestre que fecha em setembro situa-se nos -7.300 milhões de euros.

Os subsetores da Administração Central e Segurança Social registaram um défice de 5.347,7 milhões de euros até julho, o que compara com um saldo deficitário de 3.284,5 milhões de euros em igual período de 2012.

Quanto ao subsetor da Administração Regional e Local, o défice registado até julho ascendeu aos 304,3 milhões de euros, dos quais 152,7 milhões dizem respeito à administração regional e 151,5 à administração local.

Os dados divulgados pela DGO são apresentados em contabilidade pública, ou seja, numa ótica de caixa, e não em contabilidade nacional (a que é relevante para a Comissão Europeia), cujo registo é feito numa ótica de compromissos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG