David Cameron: "Foi feito um bom progresso"

O primeiro-ministro britânico disse hoje que "foi feito um bom progresso" nas discussões hoje em Bruxelas para novas medidas de combate à crise na zona euro.

"Esta noite fizemos um bom progresso", afirmou aos jornalistas à saída do Conselho Europeu, acrescentando que "é do interesse do Reino Unido resolver estes problemas e resolver esta crise".

Porque o Reino unido não faz parte da moeda única, Cameron não participa na reunião dos 17 membros da zona euro mas adiantou que foi feito "bom progresso na recapitalização dos bancos", garantindo que "isso não foi enfraquecido, foi acordado".

Porém, esta medida "só avançará quando as outras partes do pacote inteiro avançarem".

Os líderes dos 27 países da União Europeia (UE) aprovaram hoje a data de 30 de Junho de 2012 como o prazo limite para os bancos europeus atingirem um rácio de capital 'core tier 1' de 9 por cento.

A medida foi oficializada pelos chefes de Estado e de Governo no final do Conselho Europeu que reuniu os 27 Estados-membros da UE em Bruxelas, e terminou cerca das 19:45 locais (menos uma hora em Lisboa).

Na reunião da Zona Euro que começará em breve, e que juntará à mesa os 17 chefes de Estado e de Governo dos países da moeda única, deverá ser finalmente acordado um pacote de respostas que coloquem um travão na crise da dívida soberana na Europa.

Os 27 acordaram no Conselho Europeu as linhas gerais do consenso em torno do pacote de medidas para o sector bancário, designadamente do plano de recapitalização dos bancos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG