Crédito Agrícola com lucros de 30ME no primeiro semestre

O grupo Crédito Agrícola obteve lucros de 30 milhões de euros no primeiro semestre deste ano, o que representa um crescimento de cerca de 61 por cento face ao mesmo período do ano anterior.

Em comunicado, o banco revela que para este resultado contribuíram "a margem financeira, que registou uma subida de 21,4 por cento face aos primeiros seis meses de 2010, tendo-se cifrado nos 171 milhões de euros", bem como "o produto bancário que revelou um acréscimo de 6,6 por cento face ao primeiro semestre do ano passado". Segundo o grupo, o activo líquido cifrado em 12,8 milhões de euros, "manteve-se estável face ao semestre homólogo".

Os depósitos dos clientes desceram cerca de 3,6 por cento no primeiro semestre do ano, situando-se nos 9,6 milhões de euros, e o crédito concedido cifrou-se nos 8,6 milhões de euros, o que representou uma variação positiva de 0,4 por cento, indica a instituição.

No que diz respeito à solvabilidade do Grupo, entre Janeiro e Junho de 2011, o rácio de transformação foi de 89,5 por cento.

No mesmo período, o rácio de solvabilidade global do grupo foi de 12,7 por cento e o rácio Core Tier I de 12 por cento, "resultados acima do que é exigido pelo Banco de Portugal e que denotam a solidez financeira do grupo Crédito Agrícola".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG