CGTP defende que acordo tripartido também deve cair

O secretário-geral da CGTP, Carvalho da Silva, defendeu que o acordo tripartido celebrado na terça-feira em concertação social deve cair depois do chumbo ao PEC e à demissão do Governo porque estão relacionados.

"O primeiro-ministro apresentou demissão, o Governo cai e o novo Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC) também, o mesmo deverá acontecer com o acordo tripartido porque há uma relação profunda entre este e o PEC IV", disse o sindicalista em conferência de imprensa.

Para o Manuel Carvalho da Silva o acordo para a Competitividade e o Emprego foi uma forma de credibilizar as 50 medidas para a Competitividade e o Emprego apresentadas anteriormente pelo Governo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG