CGD vai cumprir "escrupulosamente" cortes salariais

O presidente da CGD disse hoje que o banco vai cumprir "escrupulosamente" o Orçamento do Estado deste ano quanto ao corte dos salários, mas que está a estudar como "reverter" os cortes feitos noutras componentes da remuneração dos funcionários.

"Nós vamos cumprir escrupulosamente o que está previsto no Orçamento do Estado para 2013", garantiu hoje José de Matos na apresentação de resultados do grupo público.

O responsável disse que, já em 2011 e 2012, a CGD tinha cumprido a lei orçamental, tendo então levado a cabo "medidas de adaptação", mas com "impacto equivalente na remuneração dos trabalhadores".

Para este ano, adiantou José de Matos, a Caixa está a estudar "reverter os cortes que houve em 2011 e 2012", uma vez que "não faz sentido uma dupla penalização dos trabalhadores da CGD".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG