BCE: Contrafacção de notas aumentou 17%

O número de notas falsas de euros apreendidas aumentou nitidamente no primeiro semestre de 2009, anunciou hoje o Banco Central Europeu (BCE).

No total, 413.000 notas contrafeitas foram retiradas da circulação, o que representa um aumento de 17 por cento face ao segundo semestre de 2008, precisa a instituição num comunicado.

Segundo o BCE, esta progressão está inteiramente ligada a uma maior propagação "de classes de contrafacção" - ou seja, séries de notas falsas tendo a mesma origem - já conhecidas, e não à aparição de novas.

No final de Junho, uma importante apreensão foi feita na Bulgária. A polícia deteve 17 alegados falsários e apreendeu por 400.000 euros de notas falsas, destinadas aos vários países da União Europeia.

Em Fevereiro, foram os alegados dirigentes de uma rede suspeita de ter inundado o mercado europeu de notas falsas de 100 euros que foram detidos em Belgrado (Sérvia).

Comparado ao número de notas verdadeiras em circulação, 12,5 mil milhões, o número de notas falsas continua modesto, nota o BCE. As notas de 20 e 50 euros são as mais contrafeitas, com 48,5 e 34 por cento do total.

A esmagadora maioria das notas falsas (mais de 98 por cento) foi aprendida nos dezasseis países da zona euro, cerca de 1 por cento em Estados membros da União Europeia, e menos de 0,5 por cento noutras regiões do mundo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG