Banco de Inglaterra revê em alta previsão de inflação

O Banco de Inglaterra reviu em alta a sua previsão para o crescimento da economia do Reino Unido e disse que a inflação poderá ultrapassar os 2 por cento em 2012, mesmo que aumentem as taxas de juro.

Nas suas previsões trimestrais hoje publicadas, o banco central indica que a economia começou novamente a crescer e que não voltará a cair na recessão.

O instituto emissor britânico acrescenta que os dados do PIB (Produto Interno Bruto) do terceiro trimestre que mostravam que a economia continuava atolada na mais longa recessão jamais registada deverão ser revistos em alta.

"A perspectiva para a inflação a médio prazo é um pouco mais alta do que no relatório de Agosto, reflectindo a evolução mais forte esperada para o crescimento do PIB", escreve o banco.

"O risco da inflação ficar acima ou abaixo da meta dos 2 por cento está bastante equilibrado no final do período de previsão (2012)", acrescenta.

O banco de Inglaterra tem por meta de política monetária uma taxa de inflação a rondar os dois por cento.

A taxa de inflação caiu para 1,1 por cento em Setembro, o seu mais baixo nível em cinco anos, após 1,6 por cento no mês anterior, com a recessão a travar os aumentos de preços.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG