Auditoria ao BES descobre saída de centenas de milhões. Ricardo Salgado arrisca acusação por atos ruinosos

A auditoria forense ao BES detetou "gigantescas" transferência através de offshores, noticia a SIC. Equipa de Ricardo Salgado pode ser acusada de atos ruinosos.

Transferências de centenas de milhões de euros que, segundo a estação de Carnaxide, terão decorrido no período de poucas semanas que decorreu entre o anúncio da saída de Ricardo Salgado e a entrada da equipa liderada por Vìtor Bento, tendo sido utilizadas sociedades off-shore britânicas localizadas nas ilhas britânicas do Canal da Mancha.

"As off-shore foram usados secretamente para fazer pagamentos de muitas centenas de milhões de euros, nas poucas semanas entre o anúncio da saída de Ricardo Salgado do BES e a entrada da nova equipa de Vitor Bento", afirma a SIC.

Com isto, a antiga administração do Banco Espírito Santo poderá vir a ser acusada de "práticas de atos ruinosos", por ter "promovido estas transferências".

Não são conhecidos os beneficiários destas remessas de dinheiro. "As suspeitas recaem sobre membros da própria família Espírito Santo e sobre entidades ou partes relacionadas com o BES", diz a SIC na sua reportagem.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG