Associação de reformados diz que Portas tem duas caras

A presidente da Associação de Pensionistas e Reformados acusou hoje Paulo Portas, ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, de ter duas caras, depois de este ter permitido a inclusão de uma taxa sobre as pensões nas propostas enviadas à 'troika'. Em declarações à rádio TSF, Maria do Rosário Gama considerou que a atitude do líder do CDS/PP representa o total descrédito dos políticos.

"O Dr. Paulo Portas tem duas caras. Eu acho que isto põe em causa a credibilidade institucional dos políticos, que num dia afirmam convictamente um princípio e no momento seguinte voltam atrás com a sua palavra. Estas atitudes, que consideramos vergonhosa, põem em causa a democracia", disse Maria do Rosário Gama, que, ainda segundo a TSF, tem agendada para hoje uma reunião com o secretário-geral do PS, António José Seguro.

Este já criticou ontem à noite a taxa sobre as pensões. "Um Governo que faz isto é um Governo que não merece, porque não está ao nível da estrutura moral dos portugueses", disse ontem à noite o líder socialista, em Coimbra, frisando que "este Governo há muito que perdeu o país" devido às políticas de austeridade que tem escolhido.

"As reformas e as pensões de muitos portugueses já não são apenas para esses reformados e para esses pensionistas", constituindo também um recurso que "ajuda a vencer as dificuldades dos filhos e dos netos", realçou.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG