Assessor diz que ministra foi mal interpretada

Matti Hirvola, o assessor da ministra das finanças finlandesa, Jutta Urpilainen, veio esta tarde desmentir as notícias sobre uma eventual saída da Finalândia da zona euro, após ter sido publicada no diário financeiro Kauppalehti uma entrevista em que a governante declara não aceitar a moeda única "a qualquer preço".

"Qualquer alegação de que a Finlândia vai deixar a zona euro é simplesmente falsa", afirmou Hirvola à AFP, garantindo que o jornal fez uma "má interpretação "das palavras da ministra.

A citação de Jutta Urpilainen, citada pela AFP, é a seguinte: "A Finlândia tem o compromisso de ser um membro da zona euro e acreditamos que o euro é benéfico. No entanto, a Finlândia não se agarra ao euro a qualquer preço e nós estamos prontos para todos os cenários, incluindo abandonar a moeda única. A responsabilidade coletiva das dívidas e o risco de outros países é que não é o que temos de preparar".

"Somos construtivos e queremos resolver a crise, mas não sob quaisquer condições", reforçou a ministra, cujas palavras o assessor diz agora terem sido mal interpretada.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG