Amado avisa para necessidade de políticos cooperarem mais

O ministro dos Negócios Estrangeiros avisou hoje, no Luxemburgo, que os "principais responsáveis políticos" terão de cooperar mais no futuro para Portugal sair mais rapidamente da situação actual de "vergonha" e humilhação" face ao estrangeiro.

"Os principais responsáveis políticos portugueses saberão entender que se não nos unirmos mais no futuro não sairemos tão rapidamente da situação em que estamos e não seremos capazes de evitar a humilhação que conhecemos pelo facto de nos termos divididos no passado", disse Luís Amado à entrada de uma reunião dos ministros dos Negócios Estrangeiros da União Europeia.

Para o responsável governamental português o país já pagou "um preço muito elevado pela incapacidade do último ano" dos políticos não terem sabido cooperar entre si e "evitado a crise [...] e a vergonha" que Portugal está a passar e que "afecta a imagem externa".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG