Air France: congelamento de salários e redução de voos

A companhia aérea Air France vai propor à administração em Janeiro que congele os salários dos seus empregados para poupar "dezenas de milhões de euros", noticia hoje o diário económico La Tribune.

"Depois do congelamento de novas contratações decidido em Setembro passado, a direcção deveria, segundo diversas fontes, congelar os salários", refere o jornal.

A proposta que, segundo o Tribune, vai ser analisada pelo conselho de administração a 11 de Janeiro, afectará tanto os aumentos normais como os prémios de produtividade e as promoções, pontos em que a direcção tem "margem de manobra".

"No entanto, no caso de alguns aumentos (por antiguidade, por exemplo), inscritos nos acordos de empresa", a direcção da maior companhia aérea francesa "terá de negociar se quiser atingir os seus objectivos", acrescenta.

O plano pode permitir poupar "dezenas de milhões de euros" até 2013, mas não será o anúncio em Janeiro, adianta o Tribune, que refere a provável adoção de "medidas urgentes" como a redução da frequência de voos para alguns destinos e o adiamento da entrega das aeronaves que a Air France devia receber em 2013.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG