Acordo acerca da união bancária é vitória sobre pessimismo

O presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, afirmou hoje que o acordo entre o Parlamento Europeu e o Conselho de Ministros da União Europeia (UE) sobre a resolução bancária é vitória da persistência contra o pessimismo.

"O acordo mostra que com persistência podemos ultrapassar o habitual pessimismo", disse José Manuel Durão Barroso, numa conferência de imprensa, em Bruxelas.

O líder do executivo comunitário salientou ainda que com o acordo sobre o mecanismo único de resolução bancária é agora possível concluir a união bancária.

"Cumprimos a promessa de chegar a acordo antes das eleições europeias", salientou.

O acordo permite que os mercados financeiros sejam estabilizados, o que contribui para a recuperação da economia da UE.

Por seu lado, o presidente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy, salientou que o mecanismo é "um elemento chave para combater a crise económica e a fragmentação financeira".

A eurodeputada socialista Elisa Ferreira foi a responsável pela defesa do posicionamento do Parlamento Europeu nas negociações do mecanismo único de resolução bancária, um papel que mereceu os elogios do presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz.

Numa declaração à Agência Lusa, Martin Schulz comentou que Elisa Ferreira, responsável pela posição do Parlamento nas negociações com o Conselho (Estados-membros) sobre o mecanismo de resolução bancária, o segundo pilar da união bancária, "demonstrou uma enorme competência, liderança e capacidade de fazer avançar as negociações".

IG/ACC// ATR

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG