82 mil clientes mudam para mercado livre de eletricidade

O número de clientes no mercado liberalizado de eletricidade teve um aumento de 82.000 em abril face ao mês anterior, o que representa mais de 3.700 mudanças por cada dia útil, de acordo a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE).

Segundo o relatório mensal do mercado liberalizado de eletricidade, publicado pela ERSE, o número de clientes no mercado livre mais do que triplicou desde abril de 2012, totalizando um acumulado de 1,65 milhões de clientes, e o consumo representa mais de 65% do consumo total de eletricidade.

A quase totalidade dos consumos de grandes consumidores (97% do total) está já no mercado livre, enquanto o consumo dos consumidores domésticos em mercado livre é ainda de cerca de 28% do total do segmento.

Em abril, a EDP Comercial continua a ser o principal operador no mercado de eletricidade, quer em número de clientes (cerca de 84% do total de clientes), quer em consumos (cerca de 44% dos fornecimentos no mercado liberalizado), tendo ainda consolidado a sua posição face a março, com um aumento de quota em cerca de 0,5% em número e mais de 1% em consumo.

Os três principais operadores de mercado -- EDP, Endesa e Iberdrola - em conjunto representam cerca de 87% dos fornecimentos de energia no mercado livre e detêm cerca de 94% dos clientes que operam neste mercado.

Segundo o regulador do mercado energético, durante o mês de abril, dos 88.169 clientes que entraram no mercado livre, mais de 66.000 transitaram do mercado regulado e 21.890 entrado diretamente para as carteiras de comercializadores em regime de mercado. No mesmo período, foram registadas 4.111 mudanças de carteira entre comercializadores em mercado livre.

O processo de liberalização do mercado retalhista de energia elétrica está em período de transição, com a liberalização plena a ocorrer no final de 2015.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG