Vinte gestores ganharam mais de um milhão em 2012

A maioria das empresas reduziu os salários dos gestores. Porém, prémio de fim de mandato e alterações nas administrações provocaram uma subida nas remunerações de topo.

Segundo o jornal I, "cerca de 20 gestores das principais empresas da bolsa portuguesa receberam uma remuneração bruta anual superior a um milhão de euros". Acrescenta que a maioria são presidentes-executivos (CEO), mas na lista inclui-se ainda administradores e chairmans (presidentes não executivos).

Luís Sequeira Martins, administrador da CIMPOR, lidera a lista, seguido por Nuno Alves (administrador financeiro da EDP) e Manso Neto (administrador da EDP e CEO da EDP Renováveis).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG