Troika chega a Lisboa com tolerância zero

Portugal tem de cumprir o défice de 5,5% do PIB este ano, com medidas adicionais do lado da despesa e não com aumentos de impostos, concluir o plano de cortes para este ano, para 2014 e para 2015 e apresentar um um Documento de Estratégia Orçamental credível.

Sem estas condições não haverá abertura para alargar a maturidade das dívidas do país aos fundos europeus, de acordo com o jornal "i".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG