Swaps levam Santander a avançar com nova ação contra empresas públicas

Banco avançou com reclamação judicial nos tribunais de Londres para obrigar Metro do Porto e Metro de Lisboa a pagar cupões de swaps que tinham sido suspensos por ordem das Finanças.

O "Público" escreve hoje que "o litígio entre o Estado e o Santander entrou num novo capítulo. O banco avançou com um procedimento judicial a partir de Londres para reclamar o pagamento de cupões devidos por empresas públicas que subscreveram swaps junto da instituição financeira. Metro do Porto e Metro de Lisboa já foram notificadas da ação":

Segundo o jornal, "esta reclamação nos tribunais londrinos surge depois de as transportadoras públicas terem suspendido o pagamento dos cupões, em meados de setembro, seguindo ordens do Ministério das Finanças. Estas tranches diziam respeito ao acerto de contas periódico que é feito pelos bancos entre os ganhos e as perdas que resultam dos derivados de cobertura de risco. E a sua suspensão foi imposta pelo facto de o Estado estar a travar um braço-de-ferro judicial com o Santander".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG