Sindicalistas iniciam vigilia de quatro dias

Uma vigília de protesto e luta contra as medidas de austeridade em Portugal. Quarta-feira é dia de marchar.

Segundo informação avançada pelo jornal "i", são cerca de 25 sindicalistas e prometem uma vigília de quatro dias contra as medidas de austeridade impostas em Portugal, embora não tenham licença para pernoitar nas quatro tendas montadas em frente à Assembleia da república.

Ana Avoila, da Federação Nacional dos Sindicatos da Função Publica, garante que este é o primeiro passo de "uma caminhada de resistência e de luta" contra os "cortes nos salários e nas pensos, os despedimentos, a mobilidade especial e a extinção de serviços".

A vigilía deverá durar até quinta-feira, dia em que os participantes vão integrar a concentração de sindicalistas da CGTP, que desfilarão entre o Largo Camões e a Assembleia da Republica.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG