Segurança Social penhorou 4,6 mil milhões em 2013

Serviços acordaram o pagamento de 520,6 milhões de euros de dívidas em atraso e perdão permitiu recuperar mais 232.

O "Jornal i" escreve hoje que "os serviços da Segurança Social penhoraram bens e rendimentos no valor de 4,6 mil milhões de euros em 2013, o que representa um aumento de 43,7% em relação ao montante penhorado no ano anterior, revelou ontem o gabinete de Pedro Mota Soares".

Segundo o jornal, "em 2012, o valor das penhoras de salários, contas bancárias, veículos, IRS, IVA, créditos e imóveis, entre outros bens, de contribuintes em falta já tinha aumentado 40% em relação a 2011. Os dados divulgados a meio do ano passado indicavam que a Segurança Social já tinha feito mais penhoras no primeiro semestre de 2013 que em todo o ano anterior. De acordo com os dados revelados, a Segurança Social celebrou novos acordos para pagamento a prestações de dívidas em atraso no valor de 520,6 milhões de euros em 2013. O montante a recuperar com os acordos feitos é, no entanto, inferior aos 720 milhões "acordados" em 2012. O perdão de dívidas ao Estado permitiu recuperar 232 milhões de euros de dívidas em atraso.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG