Santos Silva: "Troika" não pode violar Constituição

Liberalização dos despedimentos implicaria violar ou alterar a lei fundamental, lembra Augusto Santos Silva, para quem a 'troika' não impõe nada. Negoceia.

Numa entrevista que Augusto Santos Silva dá ao "Jornal de Negócios", o coordenador do programa eleitoral do PS diz que os portugueses podem esperar um corte no valor das pensões, o aumento do IRS sobre os reformados, mas não é certo que haja liberalização dos despedimentos. Augusto Santos Silva que, embora não garanta taxativamente que a "troika" não possa impor a medida, diz que a Constituição é para cumprir.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG