Santos Ferreira sai do BCP com indemnização milionária

Vários gestores do BCP deixaram o BCP em fevereiro de 2012, mas levaram consigo indemnizações milionárias.

"Os gestores Carlos Santos Ferreira (antigo CEO do banco), Vítor Fernandes e António Ramalho (atual presidente da Estradas de Portugal), que saíram do BCP em fevereiro de 2012, receberam uma indemnização de 3,4 milhões de euros, equivalente ao que receberiam se ficassem até ao final do seu mandato", escreve o Correio da Manhã na edição de hoje.

O jornal refere que "estes três gestores ainda exerceram funções nos primeiros dois meses de 2012, receberam ainda remunerações referente" a este ano. Assim, lê-se neste diário, "Santos Ferreira auferiu 139 mil euros, enquanto os outros dois gestores ganharam 148 mil euros cada um".

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG