Roseta contra distribuição de comida na rua aos sem-abrigo

A vereadora quer novas soluções para o apoio aos sem-abrigo como a criação de cantinas com ambiente familiar e renovação dos abrigos.

O "Jornal i" escreve hoje que "toda a gente se oferece para voluntariar e ir para a rua distribuir comida aos sem-abrigo, como se fossem dar milho aos pombos", disse Helena Roseta, vereadora do Desenvolvimento Social da Câmara de Lisboa, em entrevista à Lusa para ilustrar a dificuldade de coordenar as associações que estão no terreno a dar apoio aos sem-abrigo".

Ao jornal, Helena Roseta explicou que "a maneira como se processa a distribuição de comida em Lisboa "não tem condições de dignidade", defendendo por isso a existência de espaços onde as várias associações possam providenciar refeições aos sem-abrigo da capital. Uma das apostas da autarquia, em execução, é a criação de uma unidade de atendimento a sem-abrigo no Cais do Sodré, onde várias entidades vão procurar ajudar sem-abrigo a resolver problemas de saúde, procurar trabalho ou tratar de documentação. O espaço foi cedido pela Câmara Municipal e vai ser coordenado pra Santa Casa da Misericórdia de Lisboa".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG