Relatório alerta para "fuga de cérebros" para o estrangeiro

Relatório do Ministério da Administração Interna (MAI) sobre segurança diz que "fuga de cérebros" pode causar sérios danos à economia do país.

O "Público" escreve hoje que "a fuga de recursos humanos para empresas estrangeiras pode causar "sérios danos à economia nacional", avisa o Relatório Anual de Segurança Interna de 2013. Na análise das principais ameaças á segurança interna do país, o documento explica como a espionagem política e económica "fragiliza a capacidade negocial externa do Estado, prejudicando os seus interesses vitais, incluindo a soberania, a independência nacional e a coesão social".

"Segundo o departamento governamental que produziu o relatório, o Sistema de Segurança Interna, a crise económica que o país atravessa "favoreceu o acesso ilegítimo ao conhecimento científico incorporado em produtos desenvolvidos por empresas e outras instituições nacionais", nomeadamente no que respeita às tecnologias de ponta. "De notar que a transferência de conhecimento, realizada a coberto de atividades de recolha de informação sensível, e a captação de recursos humanos para empresas estrangeiras poderão tradusir-se em sérios danos para a economia nacional", lê-se no documento, pelo qual se fica ainda a saber que vão ser feitas durante este ano alterações ao sistema de vistos gold, destinado a atrair investidores estrangeiros para o território nacional".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG