Regras do fisco ameaçam distribuição de produtos essenciais

O alerta vem de nove associações empresariais. Já na segunda-feira, pão, medicamentos, leite e jornais podem não chegar aos consumidores.

O "jornal i" escreve hoje que "entram já em vigor na próxima segunda-feira, dia 1 de julho, as novas regras para transporte de mercadorias que obrigam as empresas a comunicar previamente às Finanças os produtos que são distribuídos, a matrícula das viaturas e o destinatário das encomendas. Sem excepção. Mas ontem, as Finanças vieram dizer que até 15 de outubro não haverá multas ou sanções para os incumpridores. É mais uma das medidas da equipa de Vítor Gaspar para apertar produtores e comerciantes na tentativa de combater a fuga fiscal e a economia paralela, numa altura em que as receitas fiscais de impostos como o IVA estão em queda, apesar dos enormes aumentos verificados desde a chegada da troika".

"Segundo o jornal ontem, "nove associações de comerciantes, empresários e distribuidores pediu a suspensão das referidas regras por constituírem "um dos maiores e mais graves obstáculos à eficiência logística e à competitividade da economia." Para as associações, as regras implicam "um enorme investimento" em atualizações de software "num sistema que gera atrasos e interrupções e que "vai provocar falhas no abastecimento".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG