Rapto parental é maior causa de desaparecimento de menores

Em 2012 desapareceram 11 menores por dia, sendo que até aos nove anos a maior parte é raptada pelos pais.

"Ellie, uma menina luso-britânica de 8 anos, então residente com a mãe na Madeira, foi raptada pelo próprio pai em agosto de 2012, quando foi passar duas semanas de férias em sua casa, em Vilamoura. Esteve desaparecida até 12 de fevereiro, depois de o pai ter sido preso preventivamente, acabando por a entregar às autoridades", lê-se na edição de hoje do Jornal de Notícias.

"Ellie foi uma das cerca de 152 crianças que, no ano passado, a avaliar pelos dados da Polícia Judiciária, foram raptadas pelos próprios pais, num total de 4097 crianças desaparecidas", prossegue o diário.

Esta é uma situação que está a aumentar, tendo o número de crianças desaparecidas duplicadas em 2012, segundo a presidente da Associação Portuguesa das Crianças Desaparecidas, Patrícia Cipriano, citada pela JN.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG